21 de mai de 2010

RELATO DESAFIO DO PERAL.

No domingo saímos quase no horário combinado para Três Passos, estávamos num grupo de doze ciclistas, quando estava perto do local marcado para a largada do desafio, Diogo Ligou para Beto para avisar que já estávamos chegando e para nossa surpresa nosso amigo ainda estava dormindo rsss. Segundo Beto (soneca) o celular não despertou e esse foi o motivo de ter perdido o horário hehe, mas tudo bem porque nos também estava um pouco atrasado.
Na frente da loja Cornelius Felipe e Jonathan aguardavam os demais aventureiros, em um dia que parecia perfeito para a pratica do ciclismo, (nublado quase sem vento), iniciamos o desafio, como dessa vez optamos por não ter carro de apoio logo virei o fotógrafo do evento, corri na frente para me preparar para tirar muitas fotos, tudo corria as mil maravilhas até chegarmos a Tenente Portela, em nossa primeira parada para reagrupar o pessoal, logo deparamos com uma caroá que começou a cair, tratamos de ensacar o material e colocar as capas de chuva, dessa vez Markito estava com sua capa junto,hehe.
Beto e mais uns que não lembro quem era foram até o super mercado, comprar sacos de lixo que servem muito bem sim senhor para situações como essa, na saída de Tenente Portela uma serra de tirar o fôlego, só de pensar que tudo o que descemos na volta temos que subir quase me deu vontade de desistir hehe, mas como essa palavra não faz parte da vida de bons (ciclopatas) que somos segui em frente paisagem maravilhosa, o rio barra do quarita correndo ao nosso lado, e eu só lamentava que não foi possível tirar uma foto se quer daquele local, pois a chuva e o frio só aumentava... Aproximávamo-nos do horário do almoço, começamos a encontrar pessoas de bicicletas carregando espeto com um apetitoso churrasco. Rsss, mais a frente uma senhora com seu guarda- chuva e mais um espeto de carne... E nossas barrigas começando a sentir uma vontade daquelas de deliciar a lasanha, cardápio escolhido e reservado para nossa chegada a Palmitinho, iniciamos a subida da serra que termina na avenida principal da cidade, logo tratei de engatar uma marcha mais leve possível e baixei a cabeça, me concentrei o Maximo na minha cadencia para conseguir chegar logo no topo... Olha pessoal essa serra quando você pensa que ela vai acabar ela não acaba não, mas segui com as pernas já tremendo até o fim...
No restaurante a alegria volta novamente a tona, satisfeitos por ter concluído 50% do percurso, agora era só recarregar as energias e voltar simples né... O frio era cada vez mais intenso todos molhados, sugeri e todos aceitarão de tomarmos um trago de cachaça de alambique, nossa tomei um gole daqueles, parecia ter engolido soda de retida kkk, nossa que coisa mais boa para esquentar o peito... Por um instante ninguém mais sentiu frio algum!
Perguntei para a moça do restaurante se as lasanhas estavam prontas, ela me respondeu que não estavam, tinha que esperar um pouco. Tirei algumas fotos e percebemos que faltava alguém em nosso grupo, o Mazaropi ainda não tinha chegado. Pensamos em voltar encontrar ele, mas só de pensar que tinha que subir a serra novamente já deu um desanimo geral em todos.
Comentei que Mazaropi (soldado velho e guerreiros), com certeza não estaria passando mal... E nada das ditas lasanhas ficarem prontas, até que não mais tivemos paciência de esperar, começamos a servir saladas, quando novamente perguntei a moça cadê ás lasanhas, e ela simplesmente me respondeu o que temos para servir é somente o que tem no bifé, mais a carne assada que passamos na mesa... Bem nessa altura do campeonato vamos comer o que ainda tem. Hehe, Beto reclamou por não terem feito nossa reserva, e com razão, pois tinha ligado para confirmar o almoço, mas convenhamos um tempo daqueles, chuva e frio o pessoal deve ter pensado que não ia aparecer ciclista nenhum... Mas mesmo assim fomos bem servidos... Churrasco, sobremesas e refrigerante por R$ 8,00 cada um, não da nem pra reclama... Há e ainda o pessoal nós arrumou sacos de lixo para servir de capa de chuva. Muito Bom...
Iniciamos o retorno e a procura por Mazaropi, EU comentei com os colegas, que ele deve estar na festa lá no pé da serra, dito e feito, lá estava o Maza, com sua bike e na garupa uns dois kilos de costela assada. Hehehe, Eu não falei! Esse não se aperta nunca...
Seguimos o pedal para na congelar, O Mogens e Mazaropi ficarão mais pra traz um pouco, mas como estavam em dupla seguimos nosso ritmo normal parando em Tenente Portela, onde já estavam Marcelo, Paulo e Cuti os puxadores... Não perdemos muito tempo ali e seguimos nosso retorno para agüentar o frio somente se movimentando.
Chegamos em Três Passos com uma imensa satisfação no peito e uma expressão de cansados no rosto sim, mas muito felizes pela aventura das mais difíceis que participei, Foram exatamente 500 km de treinos percorridos para a preparação do desafiador desafio do peral. Hoje posso afirmar: ( Pedal pra cabra macho mesmo).
Hoje aqui na Vila Mauá iniciei às 08:00 hs escrever esse texto e já são 16:00hs e agora que estou finalizando esse humilde e sincero relato com erros de ortografia e gramática, com isto quero afirmar: sempre tento fazer o meu melhor em tudo o que faço, desculpem se não ficou melhor.
Obrigado Amigos de Três Passos pela forma sempre cordial que nos recebem. Nós da ACIB, agradecemos mais uma vez acolhida. Obrigado curizada! E fica nosso compromisso de muito brevemente recebê-los aqui em Ijuí para mais uma aventura juntos.
Valeu Abraço a todos!

3 comentários:

  1. hehehe.... não despertou mesmo, estava com um celular emprestado e não sabia mexer direito, é sério!... desculpem o atraso da largada.

    Pessoal, ficamos muito felizes com a presença de vocês e muito contentes que tenham gostado. Você são show! Vamos fazer muitas aventuras juntos!
    Forte abraço,
    Beto

    ResponderExcluir
  2. Sei muito bem que isso pode acontecer. hehehe,
    com certeza vamos voltar a desafiar o peral! Forte abraço! Valeu mesmo...

    ResponderExcluir
  3. Valeu Marquito.

    Muito bom cara o relato. Descreveu tudo mesmo.
    Valeu tb Beto pela aventura e o desafio, que é pra MACHO mesmo.
    Com certeza vamos voltar a desafiar o peral, mas antes vcs de 3 Passos vão ter que vir pra cá.

    Abração a todos.

    ResponderExcluir